Corpus Christi

      
     Na postagem anterior fiz uma pequena apresentação sobre o que estaria objetivando fazer nesse marcador, especificamente. Disse que falaria de datas importantes para os cristãos e a Igreja Católica. Bom, como muitos devem estar cientes, ontem (quinta-feira, 7 de junho de 2012) foi feriado de Corpus Christi, palavra que vem do latim e significa "Corpo de Cristo" .
     Ontem na missa recebi um texto de Pe. Paulo Bazaglia que deixa bem claro o sentido e a importância desta data, este se denomina Pão partido para a vida:
   “Em muitas cidades hoje as ruas se enfeitam para a procissão com o Santíssimo Sacramento. Procissão que é um modo de manifesta nossa adoração a Cristo Jesus, presente de forma real no Sacramento da Eucaristia, com seu corpo e sangue.
   É importante e muito bom que expressemos os nossos sentimentos em relação à Eucaristia, Sacramento que alimenta nossa vida de fé. Mas é também essencial que nunca percamos de vista que o fundamento da Eucaristia é o próprio Senhor doando sua vida pela humanidade. E isso para que o espetáculo não esconda, mas faça aparecer o ator principal: o Senhor que doa a própria vida, partilhando-a como alimento.
      Na Eucaristia, memorial da ceia do Senhor, Cristo é comida que se parte, é bebida que se distribui. E numa vida que padece e se doa até a morte pelos outros, há bem mais de amor e compromisso do que de triunfo. Este amor que o levou ao compromisso, nosso Mestre nos deixou como memorial, para que, repetindo seu gesto de partilha da comida e da bebida, tivéssemos a certeza de que ele, ressuscitado, continua em nosso meio, alimentando-nos.
      A beleza da solenidade de hoje, portanto, está no amor de nosso Irmão Maior. E o melhor modo de demonstrar o que a Eucaristia significa para nós é repetir hoje seu gesto de amor. No rito, que renova sua presença e alimenta nosso compromisso. E também fora da celebração, para que o rito tenha significado em nossa vida e não seja simples fórmula. Pois quem assimila o corpo e sangue de Jesus assimila seu modo de ser e de agir.
      Que a Eucaristia seja de fato expressão de nosso compromisso cristão de partilhar a vida em comunidade. Assim é que nos tornamos membros do único Corpo de Cristo. Toda e qualquer demonstração externa de nossa fé carregará então o genuíno sentido de gratidão por um Deus que se doa e se entrega na cruz para ressurgir vitorioso.”
    Faz-se necessário que nos mantenhamos firmes na fé em Cristo, e na Eucaristia, pois existem aqueles que duvidam do milagre da conversão do pão e vinho em corpo e sangue. Pecado maior não é desacreditar, e sim, se manter descrente em relação à veracidade de um rito tão importante, onde Jesus se permite nos habitar após nos alimentarmos Dele. Trata-se de algo sublime, aqueles que verdadeiramente passam por esta experiência sabem o quanto nos sentimos bem, e em paz. Portanto, não se deixem abalar, estejam sempre firmes e vigilantes na fé, procurando sempre a força do Espírito Santo para auxiliá-los.
    Abaixo,estarei postando um vídeo da Comunidade Canção Nova, que fala da Origem de Corpus Christi:


Datas Especiais - Ano Litúrgico

       Este marcador, como o próprio nome nos informa, será onde postarei explicações sobre dias especiais religiosos da Igreja Católica, pois constatei que muitos sabem quando é feriado, pois estarão de folga seja do trabalho ou escola; alguns até mesmo sabem "o nome do feriado", mas desconhecem seu significado espiritual e sua contextualização na história de Jesus presente na Bíblia. Sendo assim, estarei por meio deste veículo disseminador da palavra de Deus, esclarecendo tais questões, afim de mostrar a importância de tais datas na vida do cristão. =D Antes, escreverei resumidamente sobre o que seria o Ano Litúrgico.

 Ano Litúrgico


       O Ano Litúrgico é o "calendário religioso". Por ele, revivemos anualmente todo o Mistério da Salvação centrado em Jesus. O Ano Litúrgico contém as datas dos acontecimentos da História da Salvação; contudo, não coincide com o ano civil, que começa no dia primeiro de janeiro e termina no dia 31 de dezembro, aquele, por sua vez, inicia-se com o Primeiro Domingo do Advento e termina na última semana do Tempo Comum, onde se celebra a solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo (Cristo Rei). Em outras palavras, ele começa e termina quatro semanas antes do Natal, cumprindo sempre três ciclos: A, B,e C. No Ano (ou ciclo) A, predomina a leitura do Evangelho de São Mateus; no Ano (ou ciclo) B, predomina a leitura do Evangelho de São Marcos e no Ano(ou ciclo) C, predomina a leitura do Evangelho de São Lucas. Logo abaixo estou disponibilizando um vídeo que também fala bem rapidamente sobre esta temática, confira:




Batismo





O Batismo foi instituído por Jesus para apagar o pecado original de todos os homens, mas que pecado original foi esse? Trata-se do pecado de Adão e Eva, que como conseqüência, levou Deus a castigá-los, transmitindo a todos os descendentes de Adão, ou seja, a todos os homens, o pecado original. Porém, Deus enviou seu único filho para que morresse por nós e apagasse tal pecado, mas não bastava Jesus morrer, era necessário que essa morte fosse aplicada sobre as almas para que elas reencontrassem a amizade de Deus, assim sendo, para aplicar seu Sangue derramado na Cruz sobre nossas almas, Jesus instituiu o Sacramento do Batismo.
Este sacramento foi originado por Jesus quando entrou no Rio Jordão para ser batizado por João Batista, mas este Batismo não se tratava do Sacramento, apenas quando Jesus santifica as águas do Jordão com sua presença e que a voz do Pai se faz ouvir: “Este é meu Filho bem amado, em quem pus minhas complacências”, e que o Espírito Santo aparece sob a forma de uma pomba (foi então uma visão da Santíssima Trindade), é que fica instituído o Batismo. Essa instituição será confirmada por Jesus quando Ele diz a seus Apóstolos: “Ide e ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.” 
Como é feito o Batismo? Consiste em derramar água na cabeça da pessoa que vai ser batizada, ao mesmo tempo em que se diz a forma: “Eu te batizo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.” 
Mas só isso não basta. É preciso ainda da presença de um ministro que tenha a intenção de realizar o rito. A Santa Igreja acrescentou também diversas orações preparatórias que completam a cerimônia. O Padre ainda usa o sal bento, o óleo dos catecúmenos, o Santo Crisma, entrega a vela acesa aos padrinhos, veste a roupa branca no batizado e, principalmente, reza as orações contra o demônio, para que o pai da mentira nem se aproxime do batizado.
Por que o ministro é um Padre? Pois ele quem recebeu de Deus o poder de trazer a Fé ao coração da pessoa batizada. 
Mas pode acontecer que seja preciso batizar às pressas alguém, neste caso, se não houver nenhum padre por perto, qualquer pessoa pode batizar, desde que queira fazer o que a Igreja Católica faz no Batismo, que use água e diga as palavras da forma do Batismo. 
Então, para que servem os padrinhos? Em que participam? Na cerimônia do Batismo, os padrinhos, são quem seguram a criança. Eles devem ser bons católicos, pois a função dos padrinhos é dar o exemplo, ajudar aos afilhados a aprender o Catecismo, rezar, conhecer e amar a Deus. São os padrinhos que respondem no nosso lugar as perguntas que o ministro faz durante a cerimônia, por isso devem-se escolher com critérios os padrinhos dos seus filhos, sendo assim é preciso que os pais tenham plena confiança nos mesmos.
Quais os efeitos do Batismo em nossas vidas? O Batismo nos dá, pela primeira vez, a graça santificante, que é a amizade e a presença de Deus no nosso coração. Junto com a graça recebemos o dom da Fé, da Esperança e da Caridade, assim como todas as demais virtudes, que devemos procurar proteger no nosso coração. 
Além de tudo isso, apaga o pecado original, os atuais e todas as penas ligadas aos pecados;  imprime na nossa alma o caráter de cristão, fazendo de nós filhos de Deus, membros da Santa Igreja Católica e herdeiros do Paraíso, nos tornando capazes de receber os outros Sacramentos. 

Força e Vitória

Força e Vitória
(Eliana Ribeiro)

Todo joelho se dobrará
E toda língua proclamará
Que Jesus Cristo é o Senhor 

Nada poderá me abalar
Nada poderá me derrotar
Pois minha força e vitória
Tem um nome
É Jesus
Nada poderá me abalar
Nada poderá me derrotar
Pois minha força e vitória
É Jesus

Quero viver tua palavra
Quero ser cheio do teu espírito
Mas só te peço, livra-me do mal

Jesus!
Jesus!
Jesus!


Eliana Ribeiro



Não faz muito tempo que tive o prazer de conhecer o trabalho desta cantora magnífica, através das suas canções pude muitas vezes encontrar força para seguir em frente no caminho de Deus. Muitas de suas músicas tocam nossa alma e nos levam a refletir sobre nossa vida, nossas ações e papel como cristãos.
Em seu DVD, denominado Barco à Vela, a cantora dá seu testemunho, expondo sua vida antes da "libertação", bem como em um retiro de carnaval na Canção Nova. Tratava-se de uma vida de vícios, desregrada, onde não existia felicidade e paz, apenas dor e dependência química, isso ia aos poucos destruindo sua família.

 "Aquilo foi desmontando minha família. Eu brigava muito com minha mãe. Eu nunca gostei muito de cerveja e por isso bebia bebidas mais fortes. Era tanta briga, tanta coisa contra mim que queria aliviar de alguma forma e fazia isso na bebida. Eu tinha “amigos” que bebiam comigo e depois me largavam caída no chão. Meu pai pegava meus irmãos e saía para me procurar, pois eu saía e não voltava, passava à noite na rua."

E seus vícios só pioravam, inclusive influenciavam negativamente na sua saúde, como também na vida estudantil.


"Quantas vezes eu fui ao hospital tomar glicose... Comecei a ter insônia, fui ao médico e comecei a tomar remédios para dormir. Comecei a fumar e tive uma crise horrível, no hospital disseram que estavam com suspeita de que eu havia adquirido pneumonia. Comecei a misturar bebida e medicamentos. Na escola eu simulava uma tosse para poder tomar o xarope e ficar calma dentro da sala de aula. Isso estava se tornando um vício."


"A escola chamou meus pais para dizer que eu estava me envolvendo com drogas e ia acabar repetindo de ano. Foi o que aconteceu."

Os pais de Eliane diante de tudo aquilo que estava acontecendo com a filha, procuram força em Deus, e de muitos modos tentaram reverter aquela situação, estava dando frutos, pois já começava a melhorar seu comportamento. 

"Diante dos meus pecados Deus encontrou uma forma de mudar toda minha família, de levar todos para Ele. Eu comecei a melhorar. "

Só que o "inimigo" não largaria fácil dela, pois sabia que ali estava uma missionária do Senhor.

"Até que chegou o carnaval e conheci um rapaz. Acabei me entregando a ele.
 O rapaz era usuário de drogas e quando a gente saía eu me perdia. Começou tudo de novo."

No entanto, os pais dela, muito menos Deus desistiram de sua filha. O ponto culminante aconteceu quando quase morria por causa do alcoolismo.

"...minha mãe ouviu dizer que na minha cidade ia haver um encontro de jovens e ela queria que eu fosse nesse encontro. Na sexta-feira, que antecedia o encontro, eu pedi que ela me deixasse sair e ela não deixou. Eu disse que ficaria em casa e eles foram para o aniversário de minha avó. Quando eles saíram achei um pouco de vinho, mas como era pouco, peguei o álcool de limpeza e misturei com vinho. Tomei toda aquela garrafa. Comecei a passar muito mal. Senti que algo estava errado, fui até a imagem de Nossa Senhora e comecei a rezar. Nisso, perdi minha visão, caí no chão, comecei a gritar chamar por Jesus porque eu estava morrendo. Consegui chamar uma amiga que me levou para o hospital. Os médicos disseram que eu tinha chegado ao limite."

Não havia mas como aguentar, não dava para prosseguir, se fosse para continuar com aquela vida iria acabar morrendo. Estava no limite, quando chegamos nesse estágio, quando estamos no nosso limite, é quando Deus se mostra para nós, estendendo seu braço forte e nós erguendo do chão, livrando-nos do abismo.

"No outro dia, eu acordei como se nada tivesse acontecido, fui até a cozinha e pedi que minha mãe me levasse para aquele encontro. Eu fiz um propósito de ficar sozinha naquele encontro. Não aguentava mais aquela vida. Na hora do intervalo liguei para aquele meu namorado e ele terminou comigo porque disse que eu era doida. Voltei para o ginásio aborrecida pelo que ele me disse. Antes da Santa Missa, o padre pegou o microfone e disse: "Muitos jovens que estão aqui estão perdidos, mas Deus quer curá-los”. Parece que ele estava falando exatamente o que eu vivia. Continuou dizendo: "Jesus quer revelar no seu coração quem mais o magoou e você irá perdoá-lo, pois a partir daí o Senhor entrará em sua vida"."
"Chorei muito e comecei a orar em línguas e naquele momento eu tive a imagem dos meus pais. A ausência deles foi o que me afetou, sentia um vazio, era para eles que eu tinha de dar o perdão. Eu disse, na oração, que eu os perdoava e também lhes pedia perdão. O padre pediu que nós abríssemos os olhos e abraçássemos quem estava do nosso lado. Esse abraço iria para aquela pessoa que eu tinha perdoado. Quando olhei para o lado vi meus pais vindo em minha direção. Minha mãe sentiu que deveria ir ao encontro. Precisava ser daquele jeito."

Depois da libertação a vida dela mudou totalmente, uma sede insaciável por Cristo foi aflorando, já não conseguia mas respirar outra coisa a não ser Deus, não escutava nada mais do que a palavra sagrada. Estava renovada, transformada pelo Espírito Santo.

"Depois daquilo eu só queria Deus. Toda semana eu me confessava, pois achava que eu era a pior pessoa do mundo. Comecei a participar da Eucaristia, a ler a Bíblia. Fui retomando minha vida. Como foi importante o acolhimento quando vivi uma experiência com Deus! ... Os meus antigos amigos foram se afastando e foram dando lugar aos meus amigos de oração. "

A partir daí, recebeu o chamado de Deus para entrar em uma comunidade, esta foi a Canção Nova.

"Mergulhando em Deus, um dia, eu vim a Aparecida e ouvi uma homilia sobre vocação de vida consagrada em uma comunidade. Isso me tocou. Deus me propôs que eu deixasse tudo e me consagrasse a uma comunidade. Comecei a conhecer a Canção Nova. Em 1999 eu entrei para a comunidade. Só Deus mesmo para fazer algo assim na minha vida."

Infelizmente quem está no caminho de Deus passa sempre por armadilhas do demônio, nesse momento é necessário pedir força e proteção, para que o Senhor nos livre de todo mal, e nos auxilie a vencer tal infortúnio.

"Conheci o Fábio, começamos a namorar. Como queria que ele conhecesse meus pais fomos passar o Natal com minha família. E no dia 28 eu precisava estar na Canção Nova e meus pais nós trouxeram de carro. O nosso carro capotou. Fui para um hospital, quebrei a bacia, a clavícula, o braço, o punho e o pé. Fiquei toda quebrada. O Fábio também ficou muito machucado. Minha mãe também se machucou muito. Mas meu pai havia falecido. Eu não acreditava, passou um filme na minha cabeça. Pedi força para Deus, pois senão eu não iria aguentar."

Essa parte de sua história é resgatada por Eliana no DVD do seu show, onde emocionada ela fala sobre o acidente de carro em que seu pai faleceu.




Oração para pedir a cura interior

      Senhor Jesus, que viestes para curar os corações feridos e atribulados, pedimo-Vos que cureis os traumas que provocam a perturbação no nosso coração; pedimo-Vos de modo particular que cureis os que são causa de algum pecado. Pedimo-Vos que entreis em nossa vida, que nos cureis os traumas psíquicos que nos foram causados na infância e cujas feridas têm sido repercussões ao longo de toda nossa vida.
      Senhor Jesus, Vós conheceis os nossos problemas, e nós os pomos todos no Vosso Coração de Bom Pastor.
      Pedimo-Vos por esta grande chaga aberta em Vosso Coração Sagrado, que cureis as pequenas feridas que estão nos nossos.
     Curai as feridas da nossa memória para que nada que nos aconteceu no passado nos deixe permanecer na dor, na angústia, na preocupação.
     Curai, Senhor, todas aquelas feridas que, na nossa vidam aconteceram originadas por causas de raízes de pecado.
    Queremos perdoar a todas as pessoas que nos ofenderam. Libertai-nos desta ferida interior que nos tornou incapazes de perdoar. Vós que vieste para curar os corações atribulados, curai o nosso coração.
    Curai, Senhor aquelas feridas íntimas que são causa de doenças gísicas, Nós Vos oferecemos os nossos corações. Aceitai-os, Senhor, purificai-os, e dai-nos os sentimentos do Vosso Divino Coração.
    Conceidei-nos, Senhor, a cura a dor que nos oprime por causa da morte de alguma pessoa querida. Dai-nos a graça de readquirir a paz e a alegria na certeza de que Vós sois a ressureição e a vida.
    Fazei de nós testemunhas autênticas de Vossa ressureição, da Vossa vitória sobre o pecado e a morte, da Vossa presença de Senhor Vivo no meio de nós.

Pai-Nosso _ Ave-Maria _ Glória

Soberba



A soberba é o sentimento da ostentação, do supérfluo, do prazer. Quando se quer ser melhor que os outros, aparecer mais e não tolera competidores. Não podendo vencê-los, os diminui,ridiculariza, enfim, joga sujo para conseguir o que quer, pois perder não está em seu vocabulário.
O soberbo não consegue ver nada além de seu próprio umbigo, por isso, olha o mundo ao redor de si, achando-se o centro do universo. Quem nunca se deparou uma pessoa assim? Infelizmente hoje em dia não tem sido muito difícil, na escola, no trabalho, no cotidiano conhecemos muitas pessoas que possuem essas características.
Tais pessoas vivem em um mundo de faz de conta, onde se iludem por acharem que são bons de mais para pedir ajuda, ou para aceitar qualquer conselho. Algumas se iludem, tentando enganar os outros, fingindo ser o que não são, andando com roupas caras e nariz empinado, misturando-se com pessoas igualmente soberbas, aí quando são desmascaradas, são enxotadas do mundo dos ricos e sábios e ridicularizadas no seu próprio meio.
Como todo pecado avaliado pela igreja como capital(vem do latim caput,cabeça)a soberba traz consigo um leque de “amigos”,todos,de uma forma ou de outra,ligados a ela:a luxuria,a altivez,a presunção,a vaidade,a arrogância e o orgulho.A”cabeça”gerou todos esses membros,daí o nome,capital.O demônio da soberba é o nosso conhecido lúcifer,o anjo decaído.Aquele mesmo que tentou Cristo,lembram:-Tudo isso te darei se prostrado me adorares”;porque é isso que o soberbo quer,adoração.
Segundo a sagrada escritura:
Provérbios 16:18: “A soberba precede a destruição, e a altivez do espírito precede a queda.” A humildade produz honra.
Provérbios 29:23: “A soberba do homem o abaterá; mas o humilde de espírito obterá honra.” Deus é contra os orgulhosos.
Pedro I 5:5-6: “Semelhantemente vós, os mais moços, sede sujeitos aos mais velhos. E cingi-vos todos de humildade uns para com os outros, porque Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes. Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que a seu tempo vos exalte.” Os mais novos devem respeito e humildade para com os mais velhos, além disso, o orgulho pode separar-nos de Deus e das outras pessoas.
Lucas 18:14: “Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque todo o que a si mesmo se exaltar será humilhado; mas o que a si mesmo se humilhar será exaltado.”  Os orgulhosos serão humilhados. Aqueles que são humildes têm seu lugar guardado ao lado do Senhor.
Mateus 18:4: “Portanto, quem se tornar humilde como esta criança, esse é o maior no reino dos céus.” Uma humildade semelhante à de uma criança é de muito valor no céu.
O soberbo vive enamorado consigo mesmo, gosta de se mostrar,quer despertar inveja e admiração.O soberbo quer sempre estar no topo.Não pode viver sem platéia. Nossa civilização está calcada no orgulho e na presunção; não aceita competidores; não tolera dissidentes; por isso tende a ser destruída. A humildade, é a essência da sabedoria e da graça de Deus.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...