Batismo





O Batismo foi instituído por Jesus para apagar o pecado original de todos os homens, mas que pecado original foi esse? Trata-se do pecado de Adão e Eva, que como conseqüência, levou Deus a castigá-los, transmitindo a todos os descendentes de Adão, ou seja, a todos os homens, o pecado original. Porém, Deus enviou seu único filho para que morresse por nós e apagasse tal pecado, mas não bastava Jesus morrer, era necessário que essa morte fosse aplicada sobre as almas para que elas reencontrassem a amizade de Deus, assim sendo, para aplicar seu Sangue derramado na Cruz sobre nossas almas, Jesus instituiu o Sacramento do Batismo.
Este sacramento foi originado por Jesus quando entrou no Rio Jordão para ser batizado por João Batista, mas este Batismo não se tratava do Sacramento, apenas quando Jesus santifica as águas do Jordão com sua presença e que a voz do Pai se faz ouvir: “Este é meu Filho bem amado, em quem pus minhas complacências”, e que o Espírito Santo aparece sob a forma de uma pomba (foi então uma visão da Santíssima Trindade), é que fica instituído o Batismo. Essa instituição será confirmada por Jesus quando Ele diz a seus Apóstolos: “Ide e ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.” 
Como é feito o Batismo? Consiste em derramar água na cabeça da pessoa que vai ser batizada, ao mesmo tempo em que se diz a forma: “Eu te batizo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.” 
Mas só isso não basta. É preciso ainda da presença de um ministro que tenha a intenção de realizar o rito. A Santa Igreja acrescentou também diversas orações preparatórias que completam a cerimônia. O Padre ainda usa o sal bento, o óleo dos catecúmenos, o Santo Crisma, entrega a vela acesa aos padrinhos, veste a roupa branca no batizado e, principalmente, reza as orações contra o demônio, para que o pai da mentira nem se aproxime do batizado.
Por que o ministro é um Padre? Pois ele quem recebeu de Deus o poder de trazer a Fé ao coração da pessoa batizada. 
Mas pode acontecer que seja preciso batizar às pressas alguém, neste caso, se não houver nenhum padre por perto, qualquer pessoa pode batizar, desde que queira fazer o que a Igreja Católica faz no Batismo, que use água e diga as palavras da forma do Batismo. 
Então, para que servem os padrinhos? Em que participam? Na cerimônia do Batismo, os padrinhos, são quem seguram a criança. Eles devem ser bons católicos, pois a função dos padrinhos é dar o exemplo, ajudar aos afilhados a aprender o Catecismo, rezar, conhecer e amar a Deus. São os padrinhos que respondem no nosso lugar as perguntas que o ministro faz durante a cerimônia, por isso devem-se escolher com critérios os padrinhos dos seus filhos, sendo assim é preciso que os pais tenham plena confiança nos mesmos.
Quais os efeitos do Batismo em nossas vidas? O Batismo nos dá, pela primeira vez, a graça santificante, que é a amizade e a presença de Deus no nosso coração. Junto com a graça recebemos o dom da Fé, da Esperança e da Caridade, assim como todas as demais virtudes, que devemos procurar proteger no nosso coração. 
Além de tudo isso, apaga o pecado original, os atuais e todas as penas ligadas aos pecados;  imprime na nossa alma o caráter de cristão, fazendo de nós filhos de Deus, membros da Santa Igreja Católica e herdeiros do Paraíso, nos tornando capazes de receber os outros Sacramentos. 

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...